São Paulo, 23 de Novembro de 2017   
 
IBETAA >> CÃES TERAPEUTAS

Kion

Nome: Kion
Raça: samoieda
Idade: 7 anos
Porte: grande
Cão terapeuta: mais de 5 anos.

Kion, da raça samoieda, foi selecionado com o objetivo específico de ser utilizado nas áreas de Educação e Terapia Assistida por Animais e adquirido do melhor canil de samoieda do Brasil, com 2 meses de idade. 

Foi avaliado e treinado por um especialista em comportamento animal, para executar os comandos exigidos pelo trabalho. Desde junho de 2006, trabalha como cão de terapia.  

Samoieda é uma raça canina oriunda da Rússia. Segundo estudos, esta raça é uma das mais antigas, pois, descende com pureza, dos cães que acompanharam as migrações das tribos samoiedas, que viviam na Sibéria e cujas origens remontam à Pré-História. 

 O samoieda, além de chamar muito atenção por sua beleza, é um ótimo cão de companhia. Muito inteligente, ativo e brincalhão. São várias as particularidades desse cão milenar. Suas características vão desde as várias funções que sua pelagem desenvolve até o seu extremo comportamento dócil. Trata-se de um cão de tamanho mediano, porte forte, musculoso e bem equilibrado. Considerado por muitos o mais lindo cão vivente, possuidor de uma linha de lábios que é levemente recurvada nas comissuras, criando o característico sorriso do samoieda.

Joe-joe

Nome: Joe-Joe
Raça: Golden Retriever
Idade: 6 anos
Porte: grande
Cão terapeuta: mais de 4 anos.
Joe-Joe chegou um ano após o início do trabalho. Devido ao número crescente de crianças e adolescentes atendidos no Centro de Educação e Terapia Assistida por Animais, surgiu a necessidade de se integrar mais um cão à equipe. 

Joe também foi avaliado e passou por treinamento específico para atuar ao lado de Kion. 

Destaca-se como uma das raças mais obedientes e dispostas a servir o homem. Não é por acaso que o livro "The Intelligence of Dogs", de Stanley Coren, cita-o como a quarta raça mais adestrável para obediência entre as 133 analisadas.  

Muito observador, associa causa e consequências e tem facilidade para compreender o que queremos dele. Manso e de boa índole faz amizade com todos, sendo afetuoso com estranhos, outros cães e até mesmo com gatos. 

Enya e Belinha

Nome: Enya
Raça: Terra nova
Idade: 8 anos
Porte: gigante
Cão terapeuta: mais de 6 anos.

Nome: Belinha
Raça: Terra nova
Idade: 1 ano e 6 meses
Porte: gigante
Cão terapeuta: iniciante.

Enya foi doada por uma médica psiquiatra, criadora da raça. Enya já trabalhava como cão de terapia com a profissional em atendimento aos seus pacientes.  

Em razão da expansão do trabalho de Educação e Terapia Assistida por Animais e do projeto “Anjos de Patas”, Enya se tornou uma grande ferramenta nas sessões psicopedagógicas. 

Belinha é um exemplar da raça terra nova que foi escolhida para substituir Enya, outra terra nova que devido a idade deixará de executar ao trabalho. Desde os dois meses de idade está em processo de treinamento para assumir o trabalho de cão de terapia. 

Terra nova é uma raça de cães natural do Canadá. O terra nova pode ser considerado o cão mais paciente, tolerante e tranquilo de todos. Descrito como resignado, é um bom cão de companhia, já que gosta de participar das atividades familiares e aprecia a companhia humana. Dito excelente nadador, foi empregado pelos franceses como salva-vidas. De adestramento considerado fácil, possui três variações de cores em sua pelagem, uma delas de landseer, em homenagem ao pintor britânico Edwin Landseer, que no século XIX, retratou a raça em suas obras. De patas consideradas grandes, tem a cabeça larga e volumosa, o focinho curto e quadrado e pode chegar a pesar 68 kg e medir 71 cm.

Benji

Nome: Benji
Raça: SRD
Idade: 5 anos
Porte: pequeno
Cão terapeuta: mais de 3 anos.

Benji, um SRD que foi resgatado após ter sido atropelado. Foi avaliado, treinado e se tornou um excelente cão de terapia o que comprova que para se tornar um cão terapeuta, obrigatoriamente, não precisa ser um cão de raça. O temperamento do animal é um dos aspectos mais importantes na avaliação. Benji se tornou o quarto integrante da equipe. Seu tamanho, ao contrário dos seus companheiros, permite que a criança ou adolescente realize atividades diferentes dos demais.

Desenvolvido por Marcos Dias de Almeida (Diretor de TI IBETAA) - 2015 - (marcos@ibetaa.org.br ou prog.marcos@gmail.com)